Cinco anos após incêndio, Museu da Língua Portuguesa reabre em São Paulo

Um novo terraço de frente ao Jardim da Luz foi aberto; é necessário agendar dia e horário da visita

Soraya Lauand, da CNN em São Paulo

Ouvir notícia

 

Depois de um incêndio e de passar mais de cinco anos  fechado, o Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, reabre neste fim de semana. Neste sábado (31), a cerimônia será apenas para autoridades, e no domingo (1), o público em geral poderá visitar.

Novas salas e instalações foram construídas ao longo dos últimos anos. O museu também ganhou um terraço com vista para o Jardim da Luz e para a torre do relógio, cartão postal da cidade.

 O incêndio aconteceu em dezembro de 2015 e consumiu boa parte do interior do prédio que fica situado na Estação da Luz, centro da capital.

A cerimônia de reinauguração será transmitida ao vivo pelas redes sociais do museu. Estarão presentes o governador de São Paulo, João Doria, além de representantes de nações que falam a língua portuguesa, como o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, e o presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos de Almeida Fonseca. Alguns ex-presidentes do Brasil, como Michel Temer, Fernando Henrique Cardoso e José Sarney também confirmaram presença.

Por conta da reabertura em meio à pandemia de Covid-19, a visita de turistas será restrita a 40 pessoas a cada 45 minutos, respeitando uma série de protocolos sanitários, como distanciamento e uso de máscara. Os ingressos estão disponibilizados pela internet e é necessário agendar o dia e horário da visita. Aos sábados a visita é gratuita.

Museu da Língua Portuguesa
O Museu da Língua Portuguesa, que fica no Centro de São Paulo
Foto: Paulo Guereta/Estadão Conteúdo

 

 

 

Mais Recentes da CNN