Conexão CNN: Julgamento mostrará qual é a tinta mais forte das canetas do STF

'Plenário da Corte deve transcender objeto ao analisar o caso André do Rap', segundo o analista da CNN Leandro Resende

Da CNN

Ouvir notícia

No quadro Conexão CNN desta quarta-feira (14), na CNN Rádio, Leandro Resende falou sobre o julgamento pelo plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) da decisão do ministro Marco Aurélio Mello sobre a soltura de André Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap.

“O ponto mais importante dessa discussão de hoje é o seguinte: esse é um julgamento que vai transcender um pouco seu objeto. Mais do que só a prisão de André do Rap, meu entendimento é que o STF vai discutir qual é a tinta mais forte das canetas do STF. Uma decisão de um ministro pode ser, posteriormente, derrubada pelo presidente da Corte?”, disse Resende.

Assista e leia também:
STF julga nesta quarta-feira decisões sobre soltura de traficante André do Rap
Decisão de Marco Aurélio sobre André do Rap deve ser revertida por ministros
Entenda o artigo 316 do CPP, citado para justificar soltura de chefe do PCC

O jornalista também relembrou outras decisões monocráticas tomadas no STF que, depois, foram derrubadas por outro ministro da Corte.

Uma delas foi quando o ministro Ricardo Lewandowski autorizou o jornal Folha de S. Paulo a entrevistar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na época preso, durante o período eleitoral de 2018.

Outra, também em 2018, foi quando o próprio Marco Aurélio determinou a soltura de todos os réus condenados em segunda instância. 

(Edição: André Rigue)

Mais Recentes da CNN