Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    ‘É constrangedor acusar secretários de superestimar óbitos’, diz Carmen Zanotto

    Em entrevista para a CNN, a relatora da Comissão Externa do Coronavírus da Câmara também elogiou a interlocução de Eduardo Pazuello com secretários da saúde

    Da CNN, em São Paulo

    Ouvir notícia

    O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, participou nesta terça-feira (9) de uma reunião na Câmara dos Deputados realizada pela Comissão Externa do Coronavírus, convocada para discutir a mudança de critério adotado pela pasta para o painel de informações da Covid-19. A CNN entrevistou a relatora da comissão, a deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC), que falou sobre a necessidade de acabar com os ruídos na comunicação sobre a pandemia no Brasil.

    “No momento de pandemia, dúvidas e inseguranças são muito ruins, precisamos buscar reforçar a confiança nas pessoas e nos órgãos do governo. Ficou constrangedor para os secretários estaduais e municipais de saúde a alegação de que poderiam estar superestimando óbitos para receber mais recursos do governo federal”, afirmou a deputada.

    Leia também:

    Ministério da Saúde volta a divulgar dados totais da Covid-19 em site

    OMS: transmissão de Covid-19 por pacientes assintomáticos está acontecendo

    Zanotto também elogiou Pazuello por sua boa interlocução com os secretários municipais e estaduais de saúde e declarou que no momento o Brasil não precisa de um quarto ministro da Saúde durante a pandemia. Ela ainda enalteceu o trabalho contra a Covid-19 feito no país desde janeiro. “Resultados que estamos tendo agora são frutos do que começamos a fazer em janeiro.”

    Números da pandemia

    Sobre a mudança no método de divulgação dos números da Covid-19 no Brasil, a deputada ressaltou que no momento não podemos ter nenhuma dúvida sobre os dados, dizendo que “precisamos ter segurança em relação a isso”, uma vez que as dúvidas suscitadas no final de semana geraram “desconfianças em todo o Brasil e no mundo por omissão de informações.”

    Ela disse que durante a reunião, Pazuello explicou que os ruídos sobre a divulgação dos números no final de semana se deu pela implementação de nova maneira de apresentar dados, que irá trazer apenas os números de mortos nas 24h, mas com os óbitos de outros dias e confirmados posteriormente, sendo incluídos no total de mortos pela Covid-19 no Brasil, garantindo que os números absolutos não irão sofrer mudanças.

    “O ministro explicou que eles estavam montando essa nova forma de apresentação dos dados para a população, e que foi preciso 20 dias para se ajustar ao novo sistema.”

    Síndrome Respiratória Aguda Grave

    Questionada sobre o alta de mortes por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), e como isso pode ter relação com o coronavírus, Carmen explicou que o tema é debatido na Comissão Externa da Câmara, e chama atenção para a contraprova dos mortos por SRAG.

    “Temos que ter atenção especial com os falsos negativos que ocorreram em casos de SRAG, onde só a contraprova mostra que a morte foi causada por Covid-19. Defendemos na comissão a análise do quadro clínico dos pacientes como um todo. Sinais de sintomas precisam ser incorporados à análise destes casos.”

    (Edição: André Rigue)

    Mais Recentes da CNN