Corpo encontrado em acidente com bimotor era do piloto da aeronave

Gustavo Carneiro tinha 27 anos e era natural de Corumbá (MS); ação conjunta da FAB, Marinha e Corpos de Bombeiros do Rio e São Paulo intensificou as buscas aos outros dois ocupantes do avião

Beatriz PuenteCleber Rodriguesda CNN

no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Foi identificado no Instituto Médico Legal (IML) de Campo Grande, no Rio, o corpo encontrado nesta quinta-feira (25), durante a operação de buscas às três vítimas da queda de um avião bimotor, no litoral norte de São Paulo. Segundo a namorada da vítima, o corpo era de Gustavo Carneiro, que pilotava a aeronave.

O comandante tinha apenas 27 anos e era natural de Corumbá, em Mato Grosso do Sul.

Nesta sexta-feira (26), às 05h, a ação conjunta da Força Aérea Brasileira (FAB), Marinha do Brasil e os Corpos de Bombeiros do Rio e São Paulo intensificou as buscas aos outros dois ocupantes do avião.

Eles foram identificados por parentes como José Porfírio, de 20 anos, copiloto do bimotor, e o empresário Sérgio Dias Alves Filho.

Em coletiva de imprensa, o comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, coronel Leandro Monteiro, afirmou que as buscas não têm data de encerramento.

“O corpo de bombeiros não desiste nunca, estamos em busca de encontrar as vítimas vivas”, afirmou. O local do acidente também foi um dos pontos destacados pelo comandante. A região é a mesma onde o deputado Ulysses Guimarães morreu em 1992, em um acidente de helicóptero.

“É realmente uma área complicada. Já houve um acidente naquela região, do deputado federal Ulysses Guimarães. Estamos mobilizados para resolver o quanto antes esse trágico acidente”, pontuou Monteiro.

Banco retirado do mar pode pertencer ao avião bimotor que caiu nas proximidades de Ubatuba (SP) nesta quinta-feira (25) / Divulgação

Na região das buscas também foram encontrados destroços semelhantes aos do avião. Além da FAB e do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro e de São Paulo, a família também alugou três embarcações para fazer buscas na região.

O bimotor caiu em mar aberto nas proximidades de Ubatuba, litoral de São Paulo, e de Paraty, no Rio de Janeiro. O avião saiu de Campinas (SP) por volta das 20h30 da última quarta (24) e pousaria no aeroporto de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, às 21h30. A partir das 21h, no entanto, não houve mais contato com os ocupantes.

Segundo o registro da ANAC, o avião não podia operar na função de Táxi Aéreo, porém tinha permissão para voo noturno. A posse da aeronave está no nome do copiloto, José Porfírio. A vistoria estava em dia.

Mais Recentes da CNN