Dados de desmatamento não refletem a atuação do governo, diz ministério

Segundo o Inpe, o desmatamento da Amazônia atingiu a marca de 13.235 quilômetros quadrados entre 1 de agosto de 2020 a 31 julho de 2021

Toras de madeira em operação do Ibama de combate ao desmatamento ilegal no Amazonas
Toras de madeira em operação do Ibama de combate ao desmatamento ilegal no Amazonas Foto: Bruno Kelly - 27.jul.2017/ Reuters

Evandro Furonida CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O Ministério do Meio Ambiente afirmou, em nota publicada nesta sexta-feira (19), que o desmatamento registrado na Amazônia entre agosto de 2020 e julho de 2021 não reflete as ações de preservação recentes do governo federal.

A nota, assinada pelo ministro Joaquim Leite, afirma que houve uma reversão do desmatamento acumulado nos períodos de julho a outubro deste ano, com um total de 4.277,32 km². No mesmo período de 2020, o acumulado foi de 4.811,13 km², o que representa uma queda de 11%, segundo a pasta.

Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o desmatamento da Amazônia atingiu a marca de 13.235 quilômetros quadrados entre 1 de agosto de 2020 a 31 julho de 2021, alta de 21,97% na comparação com o ano passado.

Os dados apurados pelo Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (Prodes) foram divulgados em um documento no site do governo federal na quinta-feira (18). No mesmo dia, Leite concedeu uma entrevista para defender as ações do governo.

A nota divulgada pelo ministério afirma que a entrada de 700 membros da Força Nacional em 23 municípios prioritários da Amazônia, além de atuação integrada com os ministérios do Meio Ambiente, Justiça e Segurança Pública e demais órgãos do governo federal inibiu o desmatamento ilegal nessas regiões.

Também foi destacada a operação “Guardiões do Bioma”. Segundo o governo, foram usados ais de 8,5 mil homens para o combate às queimadas nos biomas Cerrado, Pantanal e Amazônia e enfrentou mais de 16 mil incêndios florestais.

O governo também divulgou um comparativo entre o desmatamento de 2020 e o de 2021, veja a tabela abaixo:

Governo divulgou comparação do desmatamento da Amazônia entre 2020 e 2021 / Ministério do Meio Ambiente/ Divulgação

 

Mais Recentes da CNN