Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Divisão geográfica de São Sebastião faz com que pessoas fiquem isoladas nas chuvas, diz França à CNN

    Ministro de Portos e Aeroportos destacou a liberação emergencial de R$ 2 milhões através da Autoridade Portuária de Santos para doação de mantimentos e itens de emergência à população

    Lucas RochaElis Francoda CNN

    em São Paulo

    As fortes chuvas que atingiram o litoral de São Paulo deixaram ao menos 24 mortos. Em entrevista à CNN neste domingo (19), o ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, comentou detalhes da operação em apoio às vítimas dos temporais.

    “Estamos tentando fazer com que todo mundo chegue lá e possa sair, por que são muitas praias. São Sebastião é uma cidade que tem um morro, logo, e depois você encontra a estrada e a estrada dá na praia. Então, essa divisão faz com que as pessoas fiquem isoladas conforme tenha a chuva, enfim, derrubaram estradas e as pessoas estão isoladas. Vamos tentar ajudar todo mundo”, disse França.

    O ministro afirmou que recebeu telefonema do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) neste domingo, que pediu rapidez no socorro à região.

    França destacou que a equipe conseguiu a liberação emergencial de R$ 2 milhões através da Autoridade Portuária de Santos para doação de mantimentos e itens de emergência para a população afetada pelos temporais.

    “A primeira coisa importante de mudança no cenário brasileiro é estarmos o governo federal, o governo do estado e as prefeituras, independente das posições políticas ou ideológicas, partidárias que cada um tenha. Isso já é uma mudança importante”, disse.

    O ministro afirmou que a região afetada pelas chuvas em São Paulo reflete o contexto brasileiro de desigualdade. “Ali nós temos um pouco do que é o Brasil: casas muito sofisticadas, ambientes de muita riqueza beirando as praias. E as pessoas que vieram construir essas riquezas morando nos morros, parecido com o ambiente que temos no Rio de Janeiro”, disse.

    “Então, a qualquer instante, você tem tragédias como essa aqui. Precisamos diminuir essas distâncias, voltar a ter construções populares, para as pessoas terem residências em ambientes que não sejam de morros ou de encostas”, reforçou o ministro.

    Auxílio

    O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, determinou neste domingo a liberação de R$ 7 milhões para a Defesa Civil agir no auxílio às vítimas das fortes chuvas que atingiram o litoral Norte do estado. A autorização foi publicada no Diário Oficial do Estado.

    De acordo com o governo estadual, a liberação dos recursos se dá como abertura de crédito suplementar ao Orçamento Fiscal na secretaria de Governo e Relações Institucionais. O decreto que determina a liberação dos recursos entra em vigor imediatamente.

    As cidades de Ubatuba, São Sebastião, Ilhabela, Caraguatatuba e Bertioga, foram impactadas pelas fortes chuvas que atingiram a região e entraram em estado de calamidade pública, decretado pelo governo do estado na tarde deste domingo.