Em SP, oito em cada dez hospitais privados têm ocupação de UTI superior a 80%

Alerta está na pesquisa divulgada pelo Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo

UTI de hospital em São Paulo em meio à pandemia da Covid-19
UTI de hospital em São Paulo em meio à pandemia da Covid-19 Foto: Amanda Perobelli/Reuters (3.jun.2020)

Anne Barbosa, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No estado de São Paulo, 81% dos hospitais privados estão com a ocupação de leitos de UTI entre 80% e 100%. O alerta está na pesquisa divulgada nesta sexta-feira (26) pelo Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (SindHosp).

O levantamento realizado com 80 hospitais também mostrou que 91% das unidades registraram aumento nas internações nos últimos 10 dias. Na pesquisa anterior, realizada há 15 dias, 53% dos hospitais haviam registrado aumento no número de pacientes internados com Covid-19.

Na enquete, 52% dos hospitais disseram que estão cancelando a agenda de cirurgias e atendimentos eletivos e 53% dos hospitais afirmam que não têm condições de aumentar o número de leitos destinados à Covid-19. No levantamento anterior, 82% afirmaram tinham condições de ampliação.

Para o presidente do SindHosp, Francisco Balestrin, o dado que mais impressiona é a quantidade de hospitais com ocupação de leitos de UTI acima de 90%, que é 53% das unidades pesquisadas. “É um dado alarmante e o levantamento mostra que não é um fenômeno só da capital, mas também no interior do estado”, disse.

Mais Recentes da CNN