Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Exército vai ajudar estados e municípios no combate à dengue

    Ação começa pelo Distrito Federal, que vai receber apoio de 300 militares nos próximos dias

    Leonardo Ribbeiroda CNN Brasília

    O Ministério da Defesa colocou militares do Exército à disposição do Ministério da Saúde nas ações de combate à dengue. Até o momento foram registrados mais de 120 mil casos da doença em todo o país; 12 pessoas morreram.

    O primeiro pedido de apoio foi feito pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal. O Exército vai enviar 300 militares para apoio nas ruas, duas ambulâncias, 15 motoristas e 30 camas de campanha.

    Os militares destacados para a força-tarefa serão treinados para as visitas domiciliares. Serão duas turmas com 150 profissionais cada.

    Este reforço é acompanhado das ambulâncias, equipadas com enfermeiro, técnico de enfermagem, motorista e padioleiro. Elas serão utilizadas para transportar pacientes das tendas de acolhimento a unidades hospitalares.

    Além disso, 15 motoristas serão treinados pela Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival) para aplicação do inseticida de ultrabaixo volume (UBV), o fumacê, nas ruas.

    Por fim, o Exército vai ceder camas de campanha para uso da Secretaria de Saúde nas nove tendas de acolhimento à população espalhadas pelas cidades do DF.

    Situação de emergência

    Na quinta-feira (25), o Governo do Distrito Federal (GDF) decretou situação de emergência na saúde pública em virtude do risco de epidemia de dengue e outras arboviroses.

    Com a medida, o governo ganha agilidade para tomar as medidas administrativas necessárias para conter a doença, em especial a aquisição de insumos e materiais e a contratação de serviços.

    Tópicos

    Tópicos