Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Governadores e outras lideranças vão a Stanford para curso sobre economia verde

    Programa realizado na renomada universidade da Califórnia, nos EUA, tem duração de cinco dias e conta com 24 brasileiros, dos setores público e privado, na comitiva

    Vista geral do campus da Universidade de Stanford, em Palo Alto, na Califórnia, nos EUA, em 10 de setembro de 2022.
    Vista geral do campus da Universidade de Stanford, em Palo Alto, na Califórnia, nos EUA, em 10 de setembro de 2022. David Madison/Getty Images

    Da CNN

    Uma comitiva brasileira de 24 lideranças dos setores público e privado inicia, nesta segunda-feira (10), um programa de estudos sobre economia verde na Universidade de Stanford, na Califórnia, nos EUA.

    Entre os membros da comitiva, estão, por exemplo, os governadores Helder Barbalho (PA), Eduardo Leite (RS) e Eduardo Riedel (MS).

    O curso, com duração de cinco dias, é desenhado pela organização da sociedade civil Comunitas – cofundada pela antropóloga e ex-primeira-dama Ruth Cardoso.

    A organização é realizada em parceria com o programa Leadership Academy for Development (LAD), do principal centro de pesquisa sobre questões internacionais de Stanford: o Freeman Spogli Institute for International Studies.

    “O objetivo dos programas de formação internacional é ampliar o olhar dos participantes para os desafios e oportunidades relacionados à sua ação como agentes implementadores de políticas públicas”, informou a Comunitas, em comunicado divulgado à imprensa.

    Além dos governadores, participam também as secretárias de Meio Ambiente de Minas Gerais e São Paulo, Marília Melo e Nathália Resende, a secretária Nacional de Planejamento, Leany Lemos, e outros.

    O curso deve incluir aulas com os temas “Resolução de Problemas em Políticas Públicas”, “Mudanças Climáticas e Democracia” e “Descarbonização e Financiamento para o Desenvolvimento”.

    Elas serão ministradas por professores de renome de Stanford, como o economista e cientista político, Francis Fukuyama, o especialista em democracia comparada, Larry Diamond, e o engenheiro, Ashby Monk.

    “Também estão previstos estudos de casos, como o da “Parceria Público-Privada do Centro Cívico de Long Beach” e “Construindo Gaobeidian: Desenvolvendo Infraestrutura Ambiental da Pequim Moderna”, além de visitas de campo ao Projeto de Sustentabilidade da Baía de San Francisco e ao Conselho da Área da Baía de São Francisco”, informou a Comunitas.

    * Publicado por Léo Lopes, da CNN