Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Greve em SP: Polícia Civil abre inquérito para apurar explosão de atestados médicos

    Mais de 300 atestados foram apresentados nos dias 02 e 03 de outubro, datas da última paralisação de funcionários do Metrô e da CPTM

    Fila de trabalhadores no Terminal Parque Dom Pedro durante greve em SP
    Fila de trabalhadores no Terminal Parque Dom Pedro durante greve em SP Reprodução/ CNN

    Pedro Venceslauda CNN

    A Polícia Civil de São Paulo instaurou inquérito para investigar uma denúncia de explosão de emissão de atestados médicos nos dias que antecederam e sucederam a última greve dos funcionários do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

    A denúncia foi feita por meio de um Boletim de Ocorrência feito pela CPTM na Central Especializada de Repressão a Crimes e Ocorrências Diversas.

    Segundo levantamento feito pela companhia, a CPTM recebeu 223 atestados no dia 3 de outubro, sendo que a média diária é de 49 atestados.

    Em 2 de outubro, dia anterior a greve, a CPTM recebeu 123 atestados, número apontado como incomum.

    Com o documento, os funcionários deixam de trabalhar e ficam livres de eventuais punições.