Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Influencer morta em acesso à Linha Amarela será enterrada no Rio; polícia investiga assassinato

    Luanne Jardim, de 30 anos, teve carro baleado por criminosos no domingo (21); sepultamento acontece nesta quarta

    Luanne Jardim morreu ao ser atingida por tiros na Linha Amarela, no Rio de Janeiro
    Luanne Jardim morreu ao ser atingida por tiros na Linha Amarela, no Rio de Janeiro Reprodução/Instagram

    Rafaela Cascardoda CNN

    no Rio de Janeiro

    A influenciadora digital Luanne Jardim será enterrada na quarta-feira (24), no cemitério Jardim Sulacap, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Segundo a família, o velório está marcado para as 10h, e o enterro será às 13h30.

    Luanne foi morta a tiros dentro do carro em que estava com o marido e o filho, em uma alça de acesso à Linha Amarela, uma das principais vias expressas do Rio, que liga a Zona Norte à Zona Oeste. O carro de Luanne foi interceptado na altura do bairro de Pilares, na Zona Norte, na noite do último domingo (21).

    A Delegacia de Homicídios da Capital, que investiga o caso, trabalha com duas linhas de investigação. Inicialmente a Polícia Civil acreditava que a influenciadora tinha sido vítima de uma tentativa de roubo seguida de morte. Mas a família de Luanne afirmou que o carro estava sendo seguido e que pode ter sido execução.

    Em nota, a Polícia afirmou que faz diligências para apurar a autoria e a motivação do crime.

    A mulher de 30 anos foi atingida por um tiro no ombro, que chegou ao coração. Ela foi levada para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, também na Zona Norte, mas não resistiu.

    Luanne se apresentava na internet como ex-obesa e dava dicas de emagrecimento na internet. Em apenas uma rede social ela acumulava mais de 350 mil seguidores.

    O marido dela, João Pedro Farche, usou as redes sociais da mulher para falar sobre o crime. Emocionado, ele lamentou a morte de Luanne e afirmou que ele e o filho do casal, Miguel, também estavam no carro, mas não ficaram feridos.