Lava Jato queria prender ministros do STF, diz hacker em entrevista à CNN Brasil

Walter Delgatti Neto falou pela 1ª vez sobre episódio ao jornalista Caio Junqueira, em entrevista que vai ao ar neste domingo (20)

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) estavam na mira da Operação Lava Jato, de acordo com Walter Delgatti Neto –que ficou conhecido como o hacker de Araraquara (SP), após ter divulgado conversas privadas de procuradores com o ex-juiz Sergio Moro, no meio do ano passado. A afirmação foi feita em entrevista exclusiva ao jornalista Caio Junqueira para o programa CNN Séries Originais, que vai ao ar neste domingo, a partir das 19h20. 

Neto falou pela primeira vez sobre o episódio e disse que a intenção da força-tarefa era prender Gilmar Mendes e José Antonio Dias Toffoli. Após ficar preso na operação Spoofing por pouco mais de um ano e ter outras acusações por crimes como estelionato, furto qualificado, apropriação indébita e até tráfico de drogas, Neto foi solto em outubro e faz revelações inéditas sobre uma das maiores polêmicas da politica nacional nos últimos tempos.

O hacker assume os crimes que cometeu e revela se foi — ou não — pago por alguém. Ele confessou ter invadido as contas de telefone de quase duzentas autoridades e vazado conversas particulares para a imprensa. As mensagens deram origem a uma série de reportagens do “The Intercept Brasil” e de outros 7 veículos de comunicação, como a revista Veja e o jornal Folha de S. Paulo.

Hacker de araraquara
Walter Delgatti Neto, conhecido como hacker de Araraquara (SP)
Foto: Reprodução

Ele também explica o que o motivou a invadir as contas de telefone e como conseguiu fazer isso. Revela, também, que viu conversas de celebridades, como o jogador Neymar. E o passo a passo, a cronologia das invasões, que teriam começado com o filho do presidente Jair Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro.

E mais: diz que o então juiz Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol estavam interessados particularmente na condenação do ex-presidente Lula. Nossos repórteres também contam um pouco da história do hacker –um jovem estudante de direito, com histórico de crimes e uma vida solitária.

Apresentado por Evaristo Costa, o Séries Originais começa às 19h20, aos domingos, na CNN.

A CNN está no canal 577 nas operadoras Claro/Net, Sky e Vivo. Para outras operadoras, veja aqui como assistir à CNN.

Séries Originais é transmitido também ao vivo pelo site da CNN.

Mais Recentes da CNN