Meio Ambiente deve anunciar contratação de mil servidores para Ibama e ICMBio

Com a chegada do período da seca na floresta amazônica, a pasta planeja investir R$ 70 milhões em abertura de concurso para fiscais e analistas

Funcionário do Ibama
Funcionário do Ibama Foto: Divulgação/Ibama

Gustavo Uribeda CNN

Ouvir notícia

Com a chegada do período da seca na floresta amazônica, época do ano que costuma ter uma maior incidência de queimadas, o Ministério do Meio Ambiente deve abrir concurso público para reforçar a fiscalização ambiental.

Segundo a CNN apurou, a pasta pretende anunciar nos próximos dias a contratação de mil servidores públicos, entre fiscais e analistas, para o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) e o ICMBio (Instituto Chico Mendes).

Hoje, os dois órgãos federais de fiscalização ambiental possuem um déficit de pessoal, pelos cálculos do governo federal, de cerca de três mil funcionários.

Nesta segunda-feira (17), segundo integrantes do governo, o Ministério da Economia sinalizou ao Meio Ambiente a liberação de R$ 70 milhões para a realização do concurso.

No mês passado, em discurso na Cúpula de Líderes sobre o Clima, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido)  prometeu duplicar os recursos para a fiscalização ambiental.

O orçamento deste ano, no entanto, foi aprovado com um corte de 24% nas verbas destinadas ao Meio Ambiente, o que levou o ministro da pasta, Ricardo Salles, a solicitar uma recomposição orçamentária de R$ 270 milhões.

 

Mais Recentes da CNN