Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Adolescente que matou professora em escola de SP demonstrou frieza em depoimento, diz delegado

    Na casa do adolescente, foram apreendidas máscaras, uma pistola de airsoft e alguns bilhetes, cujo conteúdo ainda não foi divulgado

    Adolescente que matou professora em escola de SP deixa delegacia após prestar depoimento
    Adolescente que matou professora em escola de SP deixa delegacia após prestar depoimento André Ribeiro/Futura Press/Estadão Conteúdo

    Da CNN

    O adolescente de 13 anos apreendido após matar uma professora de 71 anos e ferir outras quatro pessoas com facadas em uma escola estadual na zona oeste de São Paulo na manhã desta segunda-feira (27) prestou depoimento à Polícia Civil e chamou atenção pela frieza.

    Segundo o delegado Marcos Vinícius Reis, titular do 34º DP (Vila Sônia), o adolescente “não demonstrou muita emoção” durante o depoimento. Ele falou na presença dos pais e de advogados e admitiu ter cometido os ataques.

    Os policiais foram até a casa do rapaz, onde localizaram uma pistola de pressão conhecida como airsoft, além de máscaras e bilhetes –cujo conteúdo não foi divulgado.

    O delegado informa que a motivação do crime ainda não está clara. “Os investigadores precisam ouvir mais pessoas, verificar os bilhetes apreendidos e o material da internet. Querem entender o que aconteceu antes, o que motivou, quais brigas aconteceram.”

    Após depor, o adolescente foi submetido a exame de delito no Instituto Médico-Legal (IML). Ele ainda passará pela Vara da Infância e Juventude e poderá ser levado à Fundação Casa.

    O ataque

    O caso ocorreu por volta das 7h30 desta segunda. A vítima fatal era a professora Elisabeth Tenreiro, 71 anos. Segundo testemunhas, ela fazia a chamada no momento em que foi atacada pelas costas, sem chance de defesa. Entre os quatro feridos estão três professoras e um aluno, que não correm risco de morte.

    Uma professora de Educação Física foi responsável por imobilizar o garoto e interromper o ataque. Imagens de uma câmera de segurança mostram o momento em que a professora se aproxima do agressor enquanto ele esfaqueia outra mulher numa sala de aula.

    (Com informações de Mathias Brotero, da CNN)