Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Morre a antropóloga e ex-secretária do MEC Eunice Durham aos 90 anos

    Morte foi confirmada pela USP, onde ela era professora emérita; velório será nesta quarta (20) no interior de São Paulo

    Professora Eunice Durham (NUPPs - USP) em debate do IEA (Instituto de Estudos Avançados) sobre os Desafios Institucionais da Universidade.
    Professora Eunice Durham (NUPPs - USP) em debate do IEA (Instituto de Estudos Avançados) sobre os Desafios Institucionais da Universidade. Marcos Santos/USP Imagens

    Carolina FigueiredoLéo Lopesda CNN

    em São Paulo

    A antropóloga e ex-secretária do Ministério da Educação Eunice Ribeiro Durham morreu aos 90 anos.

    A morte foi confirmada em nota pelo Núcleo de Pesquisa de Políticas Públicas (NUPPs) da USP (Universidade de São Paulo), onde ela atuava como pesquisadora.

    O velório acontece a partir das 11h, desta quarta (20), no Cerimonial Mandu, em Itapecerica da Serra, no interior de São Paulo.

    “A Professora Eunice foi uma voz poderosa em defesa da Ciência e da Pesquisa. Além de sua contribuição intelectual à Antropologia Brasileira, o NUPPs lembra em especial seu legado para a área que explora as mudanças por que passa o Ensino Superior à medida que responde às novas demandas da sociedade do conhecimento”, afirmou o núcleo de pesquisa, em comunicado.

    “Sua produção intelectual nessa área é ainda mais atual quando consideramos os enormes desafios por que passa a Educação no Brasil nos dias de hoje”, acrescentou o NUPPs.

    Eunice Durham foi professora titular e emérita da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, presidente da Associação Brasileira de Antropologia (ABA) e presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

    “A Professora Eunice teve igualmente um papel marcante na formulação de políticas para o Ensino Superior no Brasil democrático. Ela foi membro do Conselho Nacional de Educação, Presidente da CAPES e Secretária de Ensino Superior no Ministério da Educação”, conclui a nota de falecimento.