Pernambuco registra 84 mortes após fortes chuvas no estado

Governador Paulo Câmara não descartou um número maior de vítimas; número de desabrigados é de 3.957

Fabrício Juliãoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), afirmou na noite deste domingo (29) que foram identificados 79 mortos desde sexta-feira (27), em razão das fortes chuvas que acometem os municípios do estado. Com as cinco mortes ocorridas na última quarta-feira (25), o número de vítimas das tempestades no estado chega a 84.

Câmara não descartou um número maior de vítimas, e disse que ainda há relatos de pessoas desaparecidas, sem confirmar quantas não foram encontradas até o momento.

“Não temos o número de desaparecidos com previsão, mas tem relatos de vítimas das chuvas não encontradas ainda, mas são números que não temos segurança em relação ao quantitativo”, disse o governador.

“Número de desabrigados e desalojados variam muito, cada município divulga esse número, mas ainda não temos a precisão adequada”, acrescentou.

O último balanço da Defesa Civil informava 3.957 desabrigados, sobretudo nos municípios da Região Metropolitana e na Mata Norte.

O governador destacou que a previsão nas próximas 24 horas é de chuva moderada. Segundo ele, todo o efetivo do estado está empenhado em buscas pelos desaparecidos, além de equipes de outros estados que foram enviadas para auxiliar na operação.

“Foi uma tragédia muito grande, e estamos desde então disponibilizando equipes, todo o efetivo que tínhamos disponibilizamos na madrugada do sábado. Tivemos desde ontem à noite o reforço das forças armadas, o Exército e a Marinha nos apoiando. E estados vizinhos também encaminharam efetivo, e estão concentrados em 12 pontos mais críticos, onde existe ainda notícias de desaparecimento de pessoas”, pontuou Paulo Câmara.

Auxílio aos municípios

O governador Paulo Câmara também anunciou que autorizou a disponibilização de R$ 100 milhões para atendimento dos municípios atingidos pelas chuvas.

“Esse montante é o que estamos liberando de forma emergencial. Ainda temos previsão de continuidade das chuvas e os trabalhos de buscas de pessoas soterradas em 12 pontos da Região Metropolitana do Recife. A determinação para a Secretaria de Defesa Social e o Corpo de Bombeiros é que nossas equipes permaneçam nos locais até que a última vítima seja resgatada”, afirmou o governador.

O governo de Pernambuco disse, em nota, que os recursos estarão disponíveis para as prefeituras já nessa semana.

Até o momento, 14 municípios decretaram situação de emergência em razão das chuvas. São eles: Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, São José da Coroa Grande, Moreno, Nazaré, Macaparana, Cabo de Santo Agostinho, São Vicente Ferrer, Paudalho, Paulista, Goiana, Timbauba e Camaragibe.

Mais Recentes da CNN