Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mulher é retirada viva de túmulo após gritar por socorro em MG

    Coveiros desconfiaram de sepulcro fechado com tijolo e cimento fresco

    Policiais militares quebraram a parede de tijolos após ouvirem pedidos de socorro.
    Policiais militares quebraram a parede de tijolos após ouvirem pedidos de socorro. Divulgação/ Polícia Militar de Minas Gerais

    Carolina FigueiredoLucas Schroederda CNN

    em São Paulo

    Uma mulher de 36 anos foi encontrada enterrada viva no cemitério municipal de Visconde do Rio Branco, interior de Minas Gerais, na terça-feira (28).

    A Polícia Militar (PM) foi acionada após coveiros do cemitério avistarem um túmulo fechado com tijolo e cimento fresco, além de marcas de sangue próximo ao local.

    Chegando ao cemitério, os policiais ouviram gritos de socorro e decidiram quebrar a parede de tijolos. A mulher então foi retirada do túmulo e levada por uma equipe do Samu até o hospital São João Batista.

    Segundo a vítima, ela se encontrava em casa com o marido quando a residência foi invadida por dois indivíduos encapuzados que a agrediram.

    Ela afirmou ainda à polícia que, no dia anterior, havia guardado armas e drogas para duas pessoas e que esse itens teriam sido extraviados.

    Dois suspeitos de 20 e 22 anos, respectivamente, foram identificados, mas não foram detidos até o momento.