Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Sobe para 51 o números de mortes na Operação verão

    Dois homens foram mortos em conflito com a polícia e outros dois foram presos em Santos

    Policiais militares em patrulhamento na Baixada Santista durante a Operação Verão
    Policiais militares em patrulhamento na Baixada Santista durante a Operação Verão SSP-SP/Divulgação

    Maria Clara AlcântaraRafael Villarroelda CNN

    Subiu para 51 o número de mortes no litoral, em ações policiais na Baixada Santista que visam coibir a criminalidade na região.

    A morte mais recente foi de um homem morreu após resistir à prisão na tarde desta sexta-feira (23) em Vila Santa Rosa, em Guarujá, litoral de São Paulo.

    Segundo a Secretaria de Segurança Pública, os agentes estavam no local por causa de uma denúncia de tráfico de drogas e porte ilegal de armas. Os policiais localizaram um suspeito armado.

    Os policiais abordaram o homem que resistiu a ordem de prisão e foi necessária intervenção dos agentes. O homem foi atingido e o socorro do SAMU constatou a morte no local.

    Com ele foram apreendidos uma arma, um carregador, uma submetralhadora e um tijolo de maconha.

    O caso foi registrado como tentativa de homicídio, tráfico de drogas e morte decorrente de intervenção policial na Delegacia do Guarujá.

    Operação Verão

    A 3ª fase da Operação Verão teve início após a morte do soldado da Rota Samuel Wesley Cosmo, de 35 anos, no dia 2 de fevereiro. O policial foi assassinado durante patrulhamento em uma comunidade na periferia de Santos.

    Ao todo, as mortes no litoral já somam 51 óbitos, todas em decorrência de ações policiais na Baixada Santista que visam coibir a criminalidade na região.