Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Pesquisa Atlas/CNN mostra empate entre pessimistas e otimistas sobre reconstrução do RS

    Parcela dos gaúchos que demonstraram otimismo soma 35%, o que caracteriza um empate técnico com aqueles que têm visão pessimista sobre o futuro

    Da CNN

    Pesquisa feita pelo instituto Atlas em parceria com a CNN e divulgada nesta quinta-feira (23) revela que um terço da população atingida pelas chuvas do Rio Grande do Sul demonstra pessimismo em relação à possibilidade de reconstrução do estado.

    Segundo o levantamento, 11% se disseram “muito pessimistas”, enquanto 22% afirmaram estar “pessimistas” sobre a reconstrução do Rio Grande do Sul. Outros 32% responderam que não estão “nem otimistas, nem pessimistas”.

    A fatia dos entrevistados que demonstraram otimismo soma 35% (9% “muito otimistas” e 26% “otimistas”). Como a margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, há um empate técnico entre os que se sentem otimistas e os que manifestam pessimismo.

    Em relação à reconstrução das cidades, os participantes do levantamento demonstraram mais otimismo do que no que diz respeito ao estado: 40% manifestaram otimismo (11% “muito otimistas” e 29% “otimistas”). O percentual dos que não se consideram nem otimistas e nem pessimistas também é de 32%. Já os que demonstram visão pessimista somam 28% (8% “muito pessimistas” e 20% “pessimistas”).

    Reconstrução pessoal e familiar

    Os entrevistados também foram questionados sobre como se sentem, em curto prazo, em relação à reconstrução das suas vidas pessoais e familiares.

    Para essa pergunta, 32,9% responderam que estão otimistas, enquanto 15% demonstraram pessimismo. Os “muito otimistas” somam 8,1% e os “muito pessimistas”, 7,3%. Outros 36,8% dos entrevistados disseram que não estão nem otimistas, nem pessimistas.

    A pesquisa Atlas/CNN foi feita entre os dias 14 e 21 de maio. Ao todo, 3.920 moradores do Rio Grande do Sul foram entrevistados. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.