Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    PF faz operação contra CACs que não recadastraram armas

    Prazo de recadastramento terminou na quarta-feira, com 933 mil armas registradas, segundo o Ministério da Justiça

    Elijonas Maiada CNN

    Em Brasília

    A Polícia Federal deflagrou operação na manhã desta quinta-feira (4) contra cerca de 50 pessoas que não recadastraram armas de fogo dentro do prazo do Ministério da Justiça, que terminou na quarta (3).

    “Hoje a Polícia Federal está cumprindo mandados de prisão contra CACs (caçadores, atiradores e colecionadores) que não preenchem requisitos legais de idoneidade para ter armas de fogo. Estas também estão sendo apreendidas. Será uma linha permanente de trabalho da PF”, publicou o ministro da Justiça em uma rede social.

    Segundo dados do Sinarm, o sistema de registro de armas da Polícia Federal, 933 mil armas tinham sido recadastradas, e o ministro Flávio Dino anunciou que o prazo não seria estendido novamente.

    Segundo a PF, são mandados de prisão preventiva e temporária em todos os estados nessa ação, batizada de Day After, em referência a um dia após o prazo de recadastramento ser encerrado.

    A PF também explica que estão sendo apreendidas armas e documentos para posterior processo de cassação de porte ou registro de arma de fogo, além de comunicação ao Exército brasileiro para cassação das autorizações concedidas aos CACs.

    Os presos estão sendo conduzidos às unidades da PF em todo o país e, em seguida, serão encaminhados ao sistema prisional dos respectivos estados.

    Um balanço de total de presos será divulgado às 14h desta quinta pelo governo federal.