RJ: ‘95% das pessoas internadas não tomaram nem a primeira dose’, diz secretário

Prefeitura afirmou também que pessoas que tomaram pelo menos uma dose da vacina, representa apenas 5% dos internados

Vacinação na Tijuca, Rio de Janeiro
Vacinação na Tijuca, Rio de Janeiro Foto: Fabio Teixeira/NurPhoto via Getty Images

*Elis Barreto, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

 

 O secretário municipal de saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, afirmou que 95% dos internados na capital não tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A informação foi dada na divulgação do boletim epidemiológico na manhã desta sexta-feira (06).  

“É um dado que reforça que as vacinas funcionam, têm efeito. Mas ainda tem muita internação de pessoas que não se vacinaram por pessoas diversas. Se você está elegível, se você tem mais de 50 anos, vá se vacinar imediatamente.”, disse Soranz. 

 
  
Na coletiva de divulgação do boletim, o subsecretário de Vigilância em Saúde, Márcio Garcia, afirmou que a maioria absoluta de casos da variante Delta é de síndrome gripal. “Registramos um óbito. Foi de uma idosa que não se vacinou. Inclusive, segundo nossa investigação, ela não tinha se vacinado por opção, porque tinha medo das reações adversas e acabou não se vacinando”, destacou Garcia. 
  
O aumento significativo na transmissão da doença tem sido atribuído à disseminação da variante Delta na cidade. Segundo a subsecretaria de Vigilância em Saúde, a variante já corresponde a 50% dos casos de novas linhagens identificados na cidade. 

*Sob supervisão de Isabelle Resende

Mais Recentes da CNN