Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Unidade do McDonald’s é atacada no centro de São Paulo

    Restaurante localizado na Avenida Ipiranga foi depredado na noite de segunda-feira (4); um dia antes, Bar Brahma também foi vandalizado

    Dayres VitoriaAna CoelhoFelipe Souzada CNN*

    Uma unidade da franquia McDonald’s, localizada na Avenida Ipiranga, região central de São Paulo, foi vandalizada na noite desta segunda-feira (4). O ataque, segundo a Secretária de Segurança Pública, aconteceu por volta das 20h. Entregadores de comida por aplicativo teriam se reunido para atacar a lanchonete após um desentendimento com funcionários da unidade.

    A ação contra a lanchonete ocorreu um dia depois do ataque realizado contra o Bar Brahma, que também fica próximo ao local.

    Dois policiais de patrulhamento da região estavam próximos ao local, mas não reagiram ou interferiram na briga durante a confusão. Segundo a Polícia Civil, os agentes teriam solicitado reforço para dispersar os agressores, que estavam em maior número.

    Os policiais também alegaram não ter reagido no momento por não possuírem equipamentos de menor potencial ofensivo para controlar o tumulto. Com a chegada do reforço policial, os entregadores fugiram do local.

    Segundo informações da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo (GCM), seis entregadores teriam iniciado o tumulto e lançado pedras contra a unidade. Ainda segundo a Polícia Civil, até o momento nenhum boletim de ocorrência foi registrado pelos responsáveis pela unidade da rede.

    A CNN tentou com o McDonald ‘s, mas até o momento não obteve resposta.

    Ataque ao Bar Brahma

    Localizado na esquina da Avenida Ipiranga com a Avenida São João há mais de 75 anos, o famoso Bar Brahma, um dia antes do ataque à unidade do McDonald ‘s, também foi depredado por outro grupo de pessoas. O ataque aconteceu na tarde de domingo (3).

    De acordo com imagens gravadas por quem passava pelo local, pelo menos dez homens arremessaram pedras e objetos na direção do estabelecimento, quebrando janelas e derrubando mesas. Um carro, que estava estacionado na frente do bar, também foi atacado e teve os vidros quebrados.

    Em nota, a Secretaria de Segurança Pública informou que a Polícia Militar foi acionada para o local após uma tentativa de assalto. A vítima teria reagido e imobilizado o criminoso. Ao verem que o assaltante foi contido pela vítima, a quadrilha que o acompanhava iniciou o ataque ao bar para o homem conseguir se soltar da vítima, que o imobilizou, e fugir.

    Até esta terça-feira (05), nenhum boletim de ocorrência foi registrado pelos donos do bar.

    *Sob supervisão de Felipe Andrade

    Tópicos

    Tópicos