Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Queda de avião em Barcelos, interior do AM, deixa 14 mortos

    Prefeito da cidade confirmou acidente à CNN na tarde deste sábado (16)

    Queda aconteceu quando aeronave se aproximava do aeroporto de Barcelos
    Queda aconteceu quando aeronave se aproximava do aeroporto de Barcelos Portal Remador

    Da CNN

    São Paulo

    Uma aeronave de médio porte caiu na tarde deste sábado (16) na cidade de Barcelos, no interior do Amazonas, deixando 14 mortos.

    O veículo do modelo Bandeirante levava 12 turistas a bordo, além do piloto e copiloto. A Defesa Civil confirmou que não há sobreviventes.

    A queda aconteceu por volta das 15h (horário de Brasília) quando o avião tentava pousar na cidade, que fica a cerca de 400 km da capital do estado, Manaus, de onde a aeronave partiu.

    Os passageiros estavam iam ao local para praticar pesca recreativa e a queda ocorreu por conta do mau tempo, chovia muito na hora do pouso.

    Em entrevista à CNN, o prefeito de Barcelos, Edson de Paula Rodrigues Mendes, informou que a aeronave foi fretada por um empresário que atua no setor de pesca esportiva em na cidade, um destino internacional para a prática.

    Ainda segundo Mendes, os passageiros eram amigos de Brasília, São Paulo e Minas Gerais, todos praticantes de pesca esportiva e que frequentavam a cidade há muitos anos.

    Em nota, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) confirmou que investigadores do Sétimo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa VII), de Manaus, órgão regional do Cenipa, foram acionados para atender a queda do avião de matrícula PT-SOG.

    Segundo o órgão, na ação inicial são utilizadas técnicas específicas para a coleta e confirmação de dados, a preservação de indícios, a verificação inicial de danos causados à aeronave, ou pela aeronave, e o levantamento de outras informações necessárias ao processo de investigação.

    A conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir os possíveis fatores contribuintes.

    Segundo registros da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a aeronave, da empresa Manaus Táxi Aéreo, estava regularizada e tinha autorização para realizar táxi aéreo.

    Em nota, a Manaus Aerotáxi, empresa que operava a aeronave, confirmou o acidente envolvendo o avião PT – SOG.

    “A segurança dos passageiros e tripulação é sempre a prioridade, por isso estamos certos que a aeronave e tripulação envolvida no sinistro atendiam a todas as exigências da autoridade de aviação civil necessárias à aeronavegabilidade, e estamos comprometidos em esclarecer todos os detalhes relacionados a este acidente”, afirma o texto.

    “Nossos pensamentos e orações estão com todos os afetados por este trágico ocorrido”, conclui.

    Veja também: Avião cai no Amazonas e deixa mortos