À CNN, Witzel diz que desistiu de recurso: “Desejo boa sorte ao vice. Acabou”

Ex-juiz federal pretende agora dedicar à família o tempo que tiver

Ouvir notícia

Após a cerimônia de posse do agora governador Cláudio Castro neste sábado (1) na Assembleia Legislativa o Palácio Guanabara, o ex-governador Wilson Witzel (PSC) informou à CNN que desistiu de recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para anular o julgamento. Ele tinha anunciado a opção pelo recurso na sexta-feira (30), logo após o Tribunal Especial Misto formar (TEM) maioria em favor de seu impeachment. 

“Não vou recorrer. Desejo boa sorte ao vice-governador. Não há recurso possível. Acabou. Fica para a história fazer o julgamento. Vou cuidar da minha família”, disse Wilson Witzel.

O Tribunal Misto aprovou o impedimento do ex-juiz federal por unanimidade – foram 10 votos a 0. Depois dessa votação, também por unanimidade, o colegiado aprovou a inabilitação de Witzel para o exercício de funções públicas por cinco anos. 

O ex-governador não compareceu ao julgamento e o acompanhou on-line, de sua residência, no Grajaú, Zona Norte da capital. É o mesmo local para onde ele teve que voltar, depois que o tribunal decidiu que, em meio ao processo, na condição de governador afastado, ele não poderia continuar a residir no Palácio Laranjeiras. 

Wilson Witzel
O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC)
Foto: Adriano Ishibashi – 26.mai.2020/Estadão Conteúdo

Na ocasião, o TEM decidiu ainda que Witzel deveria ter seu salário reduzido em um terço enquanto durasse o afastamento. 

Witzel tem 53 anos e governou o Rio de Janeiro por um ano e oito meses, até decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que o afastou do cargo em virtude das investigações de irregularidades nos contratos emergenciais firmados pela Secretaria de Estado de Saúde no início da pandemia de Covid-19. 

O mandato do governador foi a primeira experiência eleitoral do ex-juiz federal, que deixou a magistratura no início de 2018 para concorrer ao governo do estado.

Mais Recentes da CNN