Bolsonaro teria se irritado com prisão de Roberto Jefferson

Auxiliares do Palácio do Planalto afirmam que presidente quer 'reação' contra STF após prisão de ex-deputado

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reagiu com extrema irritação à prisão do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ). As informações são da analista de política da CNN Renata Agostini.

De acordo com um integrante do Palácio do Planalto, Bolsonaro deixou claro para seus auxiliares que, para ele, o Supremo Tribunal Federal (STF) acabou passando de todos os limites. Por isso, o presidente pretende seguir no mesmo tom. 

Bolsonaro, que passou o dia no Ceará e fez contato com sua equipe por telefone, solicitou “soluções” para o que ele entende ser uma reação ao STF  — mas não à prisão de Jefferson, e sim ao que ele considerou mais um episódio da sequência de “abusos e excessos” por parte da Suprema Corte.

De dentro do Planalto, há o entendimento de que ações do STF não estão surtindo o efeito de fazer Bolsonaro recuar — pelo contrário. O presidente da República busca uma maneira de expressar para a população os “excessos” da Corte.

Em relação à prisão de Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, Bolsonaro sentiu-se particularmente afetado, pois a sigla era uma de suas possibilidades para disputar as eleições de 2022, já que não conseguiu ir para o Patriota.

Encontro de Bolsonaro com empresários
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante encontro com empresários
Foto: Foto: Alan Santos/PR

(publicado por Fernanda Colavitti)

Mais Recentes da CNN