Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ciro Gomes diz que Marina Silva terá “lugar que quiser” em campanha à Presidência

    Após rejeitar convite para vice, Marina Silva é esperada em campanha de Ciro com aval da Rede, que oficialmente apoiará Lula

    Tainá Falcãoda CNN

    Brasília

    Ouvir notícia

    A definição sobre a participação da ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva (Rede), na campanha do presidenciável Ciro Gomes é aguardada com entusiasmo pelo próprio candidato.

    Nesta terça-feira, em conversa com jornalistas, Ciro declarou que Marina terá participação “que ela quiser” na disputa eleitoral do PDT pelo Planalto. Mas deixou claro que não interferirá nas decisões internas do partido de Marina, a Rede, que oficialmente, apoiará o ex-presidente Lula.

    “A Rede está em dúvida. Tem uma turma que quer votar no Lula e uma que não quer. Devo entrar na casa alheia e agudizar esta cizânia? Não. Ela sabe do meu apreço. Estou aguardando.”

    Marina foi cotada para vice de Ciro Gomes numa costura mediada pelo presidente Nacional do PDT, Carlos Lupi, e a ex-senadora e amiga de Marina, Heloísa Helena. Ambos tentaram convencer Marina de assumir o posto, mas o entrave para uma aproximação ocorreria pela presença na campanha do marqueteiro do PDT, João Santana.

    Marina não esqueceu dos ataques que sofreu durante a eleição para a presidência em 2014, quando Santana coordenava a campanha da ex-presidente Dilma Rousseff.

    A liberação do apoio de Marina Silva e da ex-senadora Heloísa Helena para trabalhar pela candidatura de Ciro Gomes deverá constar no regramento da federação entre Rede e PSOL. O registro desse acerto não é uma exigência jurídica, mas é dado como respaldo contra eventuais punições. Dirigentes da Rede revelam ainda que, além da liberação em âmbito nacional, ao menos quatro Estados deverão receber autorização para divergir da orientação do partido nas disputas locais. A federação entre as duas siglas pode ser formalizada até o próximo dia dez.

    Fotos – Veja os possíveis candidatos à Presidência da República em 2022

    Debate

    A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

    Mais Recentes da CNN