Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eleições 2022

    Ciro Gomes irá ao Norte e ao Centro-Oeste em campanha após o Carnaval

    Cúpula do PDT considera como crucial a consolidação de alianças regionais para alavancar a pré-candidatura ao Planalto

    Vinícius Tadeuda CNN

    O pré-candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, está planejando sua agenda de viagens em campanha para os próximos dias. De acordo com a analista de política da CNN Renata Agostini, Ciro está empenhado no momento a gravar programas e inserções que o partido vai começar a veicular em março.

    No entanto, após o Carnaval o pré-candidato irá retomar suas viagens pelos estados brasileiros. Ciro começou o giro pelo Sudeste, visitando São Paulo, Rio de Janeiro e programando idas à Minas Gerais. Após o feriado, contudo, chegará a hora de expandir a agenda para estados de outras regiões do país.

    O ex-governador do Ceará seguirá para o Amazonas e, em seguida, para o Mato Grosso. A próxima etapa das viagens em campanha terá como foco as regiões Norte e Centro-Oeste.

    A principal intenção da cúpula do PDT é alavancar a pré-candidatura de Ciro Gomes diante das alianças regionais. Segundo aliados do ex-governador, os palanques estaduais são importantes instrumentos para a consolidação do nome de Ciro.

    Atualmente, o partido conta com oito pré-candidatos a governos estaduais, incluindo um nome no Rio de Janeiro — resultado de um esforço particular de Ciro. Agora, a legenda quer reformular essas candidaturas e incrementar a lista, incluindo estados como São Paulo.

    Em conversa com Renata Agostini, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, confirmou os próximos passos da campanha de Ciro e afirmou que a sigla contará com uma candidatura própria em São Paulo. O nome do candidato, no entanto, ainda não foi definido.

    O panorama revela que o apadrinhamento de candidaturas estaduais também é importante para aqueles que concorrem ao Palácio do Planalto. Ao contrário de Lula (PT), que apoia Fernando Haddad e João Doria (PSDB), apoiador de Rodrigo Garcia, Ciro Gomes não conta com nenhum palanque em São Paulo para trabalhar em conjunto.

    O PDT entende que para a pré-candidatura de Ciro avançar e ganhar musculatura, a legenda deve ter um postulante no estado.