Comissão de Fiscalização da Câmara marca reunião com Guedes sobre offshores

Por ser uma convocação, Guedes é obrigado a comparecer à Comissão em 10 de novembro

Douglas Portoda CNN*

em São Paulo

Ouvir notícia

A Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara dos Deputados marcou, nesta terça-feira (19), uma reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, em 10 de novembro, para ele explicar sobre suas movimentações de empresas no exterior por meio de offshores nas Ilhas Virgens Britânicas. Por ser uma convocação, Guedes é obrigado a comparecer à Comissão.

De acordo com documentos conhecidos como Pandora Papers, analisados pelo Consórcio Internacional de Jornalistas, Guedes e o presidente do Banco Centro, Roberto Campos Neto, teriam participações milionárias em empresas offshores localizadas em paraísos fiscais. A CNN não conseguiu verificar a autenticidade dos documentos. Ambos afirmaram que declararam à Receita Federal a existência de empresas fora de seu domicílio fiscal.

A defesa de Guedes, afirmou em 5 de outubro, que ele “jamais atuou ou se posicionou de forma a colidir interesses públicos com privados”.

“Com relação a empresa Dreadnoughts, os documentos que serão protocolados deixam claro que o ministro desde dezembro de 2018 se afastou da sua gestão, não tendo qualquer participação ou interferência nas decisões de investimento da companhia”, informou em nota.

Ainda há outra convocação de Guedes aprovada em 6 de outubro no plenário da Câmara. Entretanto, o presidente da casa, deputado Arthur Lira (PP-AL), ainda não marcou data.

(*Com informações de Larissa Rodrigues, da CNN)

Mais Recentes da CNN