Doria quer que PSDB assuma compromisso com candidatura dele, dizem tucanos

Possibilidade de desistência é interpretada por adversários no partido como estratégia para que PSDB firme publicamente compromisso por seu nome na corrida à Presidência

O governador de São Paulo, João Doria, durante evento do PSDB
O governador de São Paulo, João Doria, durante evento do PSDB CNN

Daniel Adjutoda CNN

Ouvir notícia

Adversários tucanos de João Doria veem a possibilidade de o governador de São Paulo desistir da candidatura à Presidência da República como uma estratégia para forçar o PSDB a firmar publicamente um compromisso com o nome dele para o Palácio do Planalto.

Doria comentou com aliados que sente não ter o apoio do partido para sua candidatura, apesar de ter vencido as prévias em novembro do ano passado.

Tucanos alinhados ao nome de Eduardo Leite para a disputa presidencial afirmam ainda que o racha no partido pode ficar ainda maior se Doria, de fato, desistir da candidatura.

A avaliação é que ele minaria a candidatura de Rodrigo Garcia ao governo de São Paulo, já que, segundo estes tucanos, se Doria recuar da disputa ao Planalto, são grandes as chances de tentar a reeleição como governador.

Debate

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Veja os possíveis pré-candidatos à Presidência da República em 2022

Mais Recentes da CNN