Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eleitores podem estar escondendo voto em Bolsonaro nas pesquisas, diz especialista

    O cientista político Antônio Lavareda destacou à CNN a possibilidade de subnotificação na intenção de voto do presidente, especialmente entre eleitores de menor renda e escolaridade

    Lucas Schroederda CNN

    em São Paulo

    O cientista político Antônio Lavareda destacou a possibilidade de subnotificação na intenção de voto do presidente Jair Bolsonaro (PL) em alguns segmentos da sociedade, durante participação no quadro Arena Eleições, da CNN, nesta terça-feira (30).

    “Bolsonaro tem crescido regularmente nas últimas pesquisas, chamando atenção para a hipótese de subnotificação do voto em Bolsonaro em alguns segmentos, especialmente naqueles de menor renda e escolaridade. Esse fenômeno é conhecido como ‘espiral do silêncio'”, afirmou Lavareda.

    Pesquisa Globo/Ipec sobre a disputa presidencial divulgada na segunda-feira (29) mostra Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 44% das intenções de voto, seguido por Jair Bolsonaro (PL), com 32%. Na sequência, aparece Ciro Gomes (PDT), com 7%, e Simone Tebet (MDB), com 3%. Felipe d’Ávila (Novo) tem 1%. Os demais candidatos não pontuaram.

    “Quando algumas pessoas têm uma opinião que discrepa da opinião amplamente majoritária do seu grupo elas escondem e ocultam essa preferência para não entrar em conflito”, explicou o cientista político.

    Lavareda ressaltou ainda que durante as entrevistas realizadas pelos institutos de pesquisa, as pessoas se sentem “mais à vontade de confessar em público sua preferência”.

    Segundo avaliação do especialista, o efeito combinado das entrevistas dos candidatos à Presidência, das propagandas eleitorais e do debate deve começar a ser percebido a partir das próximas pesquisas eleitorais.

    Confira a íntegra do quadro no vídeo abaixo:

    Debate

    As emissoras CNN e SBT, o jornal O Estado de S. Paulo, a revista Veja, o portal Terra e a rádio NovaBrasilFM formaram um pool para realizar o debate entre os candidatos à Presidência da República, que acontecerá no dia 24 de setembro.

    O debate será transmitido ao vivo pela CNN na TV e por nossas plataformas digitais.