Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Em churrasco, Lula se diz otimista com inflação e Campos Neto comemora medidas econômicas

    A convite de Fernando Haddad, o presidente do Banco Central participou de confraternização na Granja do Torto

    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Fernando Haddad e Roberto Campos Neto em reunião do G20 no palácio do Itamaraty 13/12/2023
    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Fernando Haddad e Roberto Campos Neto em reunião do G20 no palácio do Itamaraty 13/12/2023 TON MOLINA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

    Gustavo Uribeda CNN

    As expectativas sobre o quadro econômico do próximo ano dominaram as rodas de conversa na confraternização de final de ano promovida nesta quinta-feira (21), na Granja do Torto.

    Segundo relatos feitos à CNN por autoridades presentes, o anfitrião do evento, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, fazia questão de repetir que estava animado com o crescimento da economia no próximo ano.

    Ele chegou a dizer ainda que acredita em uma quebra substancial da inflação e que a aprovação da agenda econômica foi uma vitória do ministro da Economia, Fernando Haddad.

    A convite de Haddad, aliás, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, compareceu ao encontro. Campos Neto passou a noite, de acordo com relatos, próximo ao ministro.

    Em uma breve conversa com Lula, os dois falaram das projeções de crescimento econômico no próximo ano. O tom, de acordo com observadores, foi amistoso.

    Tanto é que, durante a confraternização, Campos Neto foi visto comemorando com os ministros Fernando Haddad (Fazenda) e Alexandre Padilha (Relações Institucionais) as aprovações dos projetos de lei que regulamentam o crédito de carbono e as apostas esportivas.

    A última iniciativa tem o potencial de aumentar a arrecadação em R$ 1,6 bilhão com a taxação das chamadas apostas online.

    A presença de Campos Neto chamou atenção devido ao fato de Lula já tê-lo criticado em diversas ocasiões ao longo do ano de 2023 – a quem ele já se referiu como “cidadão” e teceu uma série de críticas quanto à condução da política de juros do país.

    O atual presidente do Banco Central foi indicado ao cargo pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Foi durante a gestão de Bolsonaro que o Congresso aprovou a autonomia do BC. Lula já afirmou que o governo pretende reavaliar isso ao final do mandato de Campos Neto.

    As carnes do churrasco foram levadas pelo ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, e a ministra da Cultura, Margareth Menezes, cantou para o público.

    O ministro da Fazenda e sua mulher, Ana Estela Haddad, dançaram forró.

    Alguns ministros fizeram questão de tietar e tirar fotos com a primeira-dama Rosângela Silva, a Janja. E Lula agradeceu ao microfone a presença de todos.