Garcia: É ‘truculenta’ a devolução da MP que alterava Marco Civil da Internet

No quadro Liberdade de Opinião desta quarta-feira (15), o jornalista avaliou a decisão do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, de devolver ao Planalto a MP assinada pelo presidente Bolsonaro

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião CNN Brasil (15.set.2021)

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta quarta-feira (15), o jornalista Alexandre Garcia avaliou a decisão do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), de devolver ao Planalto a Medida Provisória (MP) assinada por Jair Bolsonaro (sem partido) que alterava o Marco Civil da Internet.

Minutos após a decisão, a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber também suspendeu a eficácia da MP, atendendo pedido do procurador-geral da República Augusto Aras que recomendou a suspensão.

“É truculenta [a decisão]. Acho indigno que nós brasileiros tenhamos que nos submeter a regras de plataformas estrangeiras quando temos uma Constituição que dá a liberdade de expressão e veda a censura”, disse o jornalista.

“Temos 594 deputados e senadores, seres pensantes e votantes. Por que não passar para o voto para que eles decidam? Então, continuaremos submetidos às regras de fora, a despeito da nossa Constituição. Agora, onde está a verdade? Quem decide o que é mentira e o que é verdade?”, questionou.

A edição desta quarta-feira do Liberdade de Opinião teve a participação de Bruno Salles e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião / CNN Brasil (15.set.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

Mais Recentes da CNN