Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Julgamento de Bolsonaro no TSE, ata do Copom e mais de 27 de junho

    Processo por suposto abuso de poder político começou a ser apreciado na Corte Eleitoral na última quinta-feira (22)

    Ex-presidente Jair Bolsonaro
    Ex-presidente Jair Bolsonaro 03/05/2023REUTERS/Adriano Machado

    Da CNN

    O julgamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que pode tornar o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) inelegível, e a divulgação da ata da reunião de semana passada do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) estão entre os destaques desta terça-feira (27).

    TSE reinicia julgamento que pode tornar Bolsonaro inelegível

    O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) retoma, nesta terça-feira (27), o julgamento da ação que pode tornar o ex-presidente da República Jair Bolsonaro (PL) inelegível pelo período de oito anos.

    A sessão da Corte Eleitoral, que está marcada às 19h, começa com a leitura do voto do relator, ministro Benedito Gonçalves.

    Bolsonaro é alvo de um processo em que o Partido Democrático Trabalhista (PDT) o acusa de abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação após uma reunião com embaixadores no Palácio da Alvorada, em julho do ano passado.

    Economistas aguardam ata do BC com sinais mais claros sobre corte de juros

    O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) divulga na manhã desta terça-feira (26) a ata de sua reunião na semana passada, na qual decidiu, por mais uma vez, manter a taxa Selic em 13,75%.

    Há a expectativa entre os economistas de que o documento reconheça com maior ênfase o processo recente de enfraquecimento da inflação e traga sinais um pouco mais claros sobre quando os cortes de juros poderão começar, depois de um comunicado na semana passada que, se não ainda muito duro, foi considerado, no mínimo, vago com relação ao futuro da Selic.

    A ata é o relatório que o Copom divulga sempre na semana seguinte à decisão da Selic e em que detalha o cenário econômico e as razões consideradas.

    Governo lança maior Plano Safra da história do Brasil

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, lançam nesta terça-feira (27) o Plano Safra 2023/2024. Segundo divulgações preliminares, esta será a versão mais robusta da história do instrumento de crédito.

    O valor total do Plano deve girar em torno de R$ 410 bilhões. O presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), Pedro Lupion (PP-PR), disse à CNN que a cifra atendem às demandas do setor.

    Durante a divulgação, as atenções ficam voltadas sobretudo às cifras que serão direcionadas à equalização dos juros. A pedida do setor era de R$ 25 bilhões; o governo acenou com R$ 20 bilhões — o que, segundo Lupion, seria um valor “razoável”.

    STJ pauta para hoje julgamento que pode mandar chefe do PCC de volta à cadeia

    O Superior Tribunal de Justiça (STJ) deve julgar nesta terça-feira (27) o recurso apresentado pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP) e pelo Ministério Público Federal (MPF) contra a decisão que soltou Leonardo da Vinci Alves de Lima, um dos chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC).

    No dia 12 de junho, o ministro do STJ Sebastião Reis Junior entendeu como ilegal a abordagem dos policiais militares em São Paulo que resultou na prisão. O MP recorreu da decisão.

    O recurso deve ser julgado às 14h pela Sexta Turma do STJ, que é especializada em direito penal e composta pela presidente Laurita Vaz, pelos ministros Sebastião Reis Júnior, Rogerio Schietti Cruz e Antonio Saldanha Palheiro, e pelo desembargador convocado Jesuíno Rissatto.

    CNN obtém áudios de conversa de Trump em 2021 sobre documentos confidenciais

    CNN obteve com exclusividade a gravação de áudio da reunião de 2021 em Bedminster, Nova Jersey, nos EUA, onde o ex-presidente Donald Trump discute a posse de documentos secretos que não desclassificou como confidenciais.

    A gravação, que foi ao ar pela primeira vez no programa “Anderson Cooper 360” da CNN, inclui novos detalhes da conversa que é uma peça crítica de evidência na acusação contra Trump pelo advogado especial Jack Smith sobre o manuseio incorreto de informações confidenciais, incluindo um momento em que Trump parece indicar ele estava segurando um documento secreto do Pentágono com planos de atacar o Irã.

    “Estes são os papéis”, diz Trump na gravação de áudio, enquanto discute os planos de ataque do Pentágono, uma citação que não foi incluída na acusação.

    Newsletter

    Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br.

    *Publicado por Marina Toledo

    Tópicos

    Tópicos