Mesa Diretora da Câmara aprova cassação do deputado Boca Aberta

Parlamentar perderá mandato a partir de publicação no Diário Oficial da Câmara

Deputado federal Boca Aberta (PROS-PR) terá mandato cassado na Câmara
Deputado federal Boca Aberta (PROS-PR) terá mandato cassado na Câmara Najara Araújo/Câmara dos Deputados

Bia GurgelLarissa Rodriguesda CNN

em Brasília

Ouvir notícia

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados definiu, por unanimidade, na tarde desta quinta-feira (16), que a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de agosto de cassar o mandato do deputado Boca Aberta (Prós-PR) será seguida.

Com isso, a partir do momento que a decisão da Mesa for publicada no Diário Oficial da Câmara – o que deverá acontecer nesta sexta (17 ) – o parlamentar perderá o mandato imediatamente.

Por se tratar de uma decisão da Justiça Eleitoral, cabia a Mesa a palavra final, no entanto, não terá de ter votação em plenário, como aconteceu no caso da deputada Flordelis.

No fim de agosto, o TSE havia cassado o diploma do deputado e determinado que o suplente assumisse o cargo.

O relator do caso no tribunal, ministro Luís Felipe Salomão, alegou que Boca Aberta seria inelegível por uma condenação criminal por denunciação caluniosa e pela cassação do mandato dele como vereador da Câmara de Londrina, em 2017.

Mais Recentes da CNN