Moro cobra explicação de Lula para desvios na Petrobras no Twitter

Em evento em Minas Gerais, Lula (PT) utilizou o termo "facínora" para se referir ao ex-juiz

Luana Franzãoda CNN*

Em São Paulo

Ouvir notícia

O ex-juiz Sergio Moro (União Brasil-SP) respondeu nesta terça-feira (10) às declarações feitas por Lula (PT) em evento em Belo Horizonte no dia anterior.

Em uma publicação no Twitter, Moro afirmou que “facínora é bandido” e sugeriu que o ex-presidente desse explicações sobre o “mensalão’ e o “petrolão”, investigações deflagradas durante o governo de Lula.

“Sei que você não gosta de policiais ou de quem cumpre a lei, mas você deveria explicar a roubalheira do ‘mensalão’ e do ‘petrolão’ durante o seu governo”, disse o ex-magistrado.

No evento desta segunda-feira (9), o pré-candidato à presidência fez críticas a Moro e à condução das investigações da Operação Lava Jato. Ele afirmou que opositores diziam na época em que esteve preso que ele “teria vergonha de andar nas ruas”.

“Hoje quem está com vergonha de andar na rua é o facínora do Moro. Quem está com vergonha de andar na rua é o Dallagnol”, disse o petista no discurso que suscitou a resposta de Moro, citando também o ex-procurador Deltan Dallagnol (Podemos).

Por meio de nota, Dallagnol se manifestou sobre a fala de Lula. “Quem tem que ter vergonha de sair na rua é quem roubou o povo brasileiro, é quem foi condenado por corrupção em três instâncias e só conseguiu anular seu processo por uma questão formal, sem jamais ter provado a sua
inocência diante das fortes provas de ter chefiado o maior esquema de corrupção já revelado na história do Brasil”.

Procurada pela CNN, a equipe do ex-presidente Lula disse que ele não irá se manifestar sobre o assunto.

*Sob supervisão de Carolina Farias

Mais Recentes da CNN