Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mudanças ministeriais devem ficar para retorno do recesso parlamentar

    Palácio do Planalto aproveitará folga dos deputados e senadores para avaliar a atual estrutura da articulação política, em esforço para melhorar diálogo com a Câmara dos Deputados

    Gustavo Uribeda CNN

    Brasília

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pretende esperar o fim do recesso parlamentar, em agosto, para anunciar mudanças na equipe ministerial.

    Segundo relatos de auxiliares do governo à CNN, o petista deve se dedicar nas próximas três semanas a montar o desenho da Esplanada dos Ministérios.

    A ideia é que o anúncio fique para agosto, justamente, porque o objetivo é o de ampliar a participação de deputados federais no primeiro escalão.

    E, como eles estarão fora de Brasília no recesso parlamentar, só poderão tomar posse no próximo mês.

    O Palácio do Planalto avalia mudanças nas pastas do Turismo, Esportes e Desenvolvimento Social, além do comando da Caixa.

    Como um sinal de boa vontade com a Câmara dos Deputados, o governo petista também deve fazer, no recesso parlamentar, uma avaliação da atual estrutura da Secretaria de Relações Institucionais, responsável pela articulação política.

    O objetivo é avaliar possíveis mudanças, o que pode incluir a mudança de nomes em postos estratégicos, para melhorar o diálogo com a Casa Legislativa.