Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Não há recursos para prevenção de desastres em 2023, diz Helder Barbalho

    Governador reeleito do Pará ressaltou a importância de fortalecer as Defesas Civis de estados e municípios

    Thiago FélixTiago Tortellada CNN em São Paulo

    O governador reeleito do Pará, Helder Barbalho (MDB), afirmou em entrevista à CNN nesta quarta-feira (30) que não há recursos no planejamento do Orçamento Federal para 2023 que foi entregue pelo atual governo suficientes para a prevenção de desastres naturais.

    “E aí vem o destaque do desmonte da realidade orçamentária e financeira prevista para 2023. Por exemplo, recursos para prevenção de desastres da Defesa Civil: não há qualquer recurso disponível no Orçamento de 2023″, destacou.

    “O grande desafio que se vê é de que é necessário recuperar, reconstruir o Orçamento Público Federal de 2023 para que o governo que chega tenha capacidade de fazer frente. Seja as ações emergenciais imediatas, como é o caso da Defesa Civil, sejam para estratégias econômicas inclusivas fundamentais”, complementou.

    A declaração acontece em meio a deslizamentos no Paraná e em Sergipe após fortes chuvas. No estado do sul, a ocorrência na BR-376 pode ter causado 30 mortes — até agora, duas foram confirmadas. Na unidade federativa do Nordeste, foi aberta uma cratera em uma rodovia e uma pessoa veio a óbito.

    “Dialogamos nos grupos de trabalho da transição com todos os comandos de bombeiros do Brasil. Pedimos que pudessem nos ofertar sugestões, para que possamos estruturar uma rede de Defesa Civil que seja ágil, que atue por um lado em prevenção, mas que também possa atuar em resposta e com uma estratégia: a criação da Força Nacional de Defesa Civil, que esteja em cada estado, mas em pronto atendimento para reforço a outras unidades federativas”, pontuou Barbalho.

    *veja a entrevista completa no vídeo acima