Partidos esperam derrotar PEC do voto impresso já na comissão especial da Câmara

Representantes de siglas se reuniram com ministros do STF e do TSE para articular a estratégia de impedir a proposta

Mathias Brotero, da CNN, em Brasília 

Ouvir notícia

Dirigentes de partidos políticos formam uma articulação com a expectativa de derrotar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que trata do voto impresso já na Comissão Especial, criada pela Câmara dos Deputados.

Nesta segunda-feira (28), o relator, o deputado federal Filipe Barros (PSL-PR), apresentou um parecer favorável, mas um pedido de vista coletivo adiou a votação do relatório. 

Representantes de pelo menos dez siglas participaram nesta quarta-feira (30) de uma reunião informal com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, que presidirá o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nas eleições de 2022. Dentre eles, estavam os presidentes do MDB, Baleia Rossi, e do PSD, Gilberto Kassab.

De acordo com relatos feitos à CNN, uma das propostas discutidas é aumentar o número de urnas eletrônicas que passam pelo processo de verificação.

Outro encontro promovido pelos partidos contrários à PEC foi realizado na sede do TSE, com o atual presidente da Corte, o ministro do STF Luís Roberto Barroso, desafeto da proposta. A adoção do voto impresso é uma das principais linhas de defesa do presidente da República Jair Bolsonaro para as eleições de 2022. 

Urna eletrônica passa por testes antes da eleição
Urna eletrônica
Foto: Reprodução – 29.nov.2020 / CNN

Mais Recentes da CNN