Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    PL avalia vitória de Milei como “impulso” para a direita nas Américas

    Presidente do PT, por sua vez, fala em "novo e duríssimo teste" para a democracia da Argentina

    Basília Rodrigues

    O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, acredita que a eleição de Javier Milei na Argentina irá fortalecer a escolha de candidatos da direita em outros países, como o Brasil.

    “Vai dar um grande impulso na direita nas Américas. A Argentina é o segundo país mais importante da América do Sul”, disse ele à CNN.

    O PL é o partido do ex-presidente Jair Bolsonaro, que segue inelegível por decisão do Tribunal Superior Eleitoral. A proibição está prevista para os próximos 8 anos, mas apoiadores de Bolsonaro veem chance de reversão.

    Integrantes do partido apostam em um efeito cascata em que o próximo passo seria a reeleição de Donald Trump, nos Estados Unidos, em 2024. Nessa onda, o Brasil sediaria o retorno da direita, na sequência.

    Na esteira das repercussões sobre as eleições argentinas, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffman, afirmou que a vitória de Milei representa um “novo e duríssimo teste” para a democracia da Argentina.

    “Seguiremos solidários no desafio de construir a integração entre nossos países e o fortalecimento do Mercosul. Esperamos que tais esforços não sejam interrompidos pelo novo governo, porque representam a possibilidade de um futuro melhor e mais justo para toda a América do Sul. Parabéns aos companheiros (as) que disputaram bravamente uma eleição reconhecidamente difícil. A luta continua!”, disse Gleisi.