Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Presidente do PSDB diz a empresários que candidatura de Doria só vale com apoio de partidos

    Fala foi vista como mais um sinal de que a vitória de Joao Doria nas previas poderá não significar automaticamente a candidatura dele ao Planalto

    Bruno Araújo, presidente do PSDB
    Bruno Araújo, presidente do PSDB Reprodução/CNN (29.mar.2022)

    Caio Junqueirada CNN

    São Paulo

    Ouvir notícia

    O presidente do PSDB, Bruno Araújo, disse na noite desta segunda-feira (11) durante jantar com empresários que a decisão dos quatro partidos da terceira via sobre um nome para disputar a presidência da República irá prevalecer sobre as convenções de cada partido. Araújo confirmou à CNN o teor da declaração.

    Ele disse ainda não ver apoio do PSDB para seguir com uma candidatura que não seja dentro desse acordo – dos quatro partidos – e que a candidatura de Doria recebe apoio do PSDB se for escolhida dentro desse conjunto político da aliança nacional com todos os partidos.

    A fala foi vista como mais um sinal de que a vitória de Joao Doria nas previas poderá não significar automaticamente a candidatura dele ao Planalto.

    No encontro, promovido pelo grupo Esfera, o mesmo que recebeu a presidente do PT na semana passada, Araújo também sugeriu que o PSDB se dividiria em um eventual segundo turno entre Lula e Jair Bolsonaro (PL). E alertou aos presentes que metade do partido é de centro-direita e metade é de centro-esquerda.

    Ele, porém, declarou que apenas quando começar o horário eleitoral gratuito de TV em agosto é que as pesquisas começarão a mudar. Também disse já ter acreditado que Lula venceria no primeiro turno, mas que não acredita mais nessa possibilidade.

    Bruno Araújo disse ainda que a confirmação do ex-tucano, e agora no PSB, Geraldo Alckmin na chapa de Lula é uma das maiores incoerências da história e brincou dizendo que se antes Alckmin tinha Tasso Jereissati com quem conversar, agora terá José Dirceu.

    Debate

    CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

    Mais Recentes da CNN