Presidente do PSL diz que Datena não comunicou sua desfiliação

Luciano Bivar diz não ter conhecimento de migração do apresentador para PSD e defende fusão do PSL com DEM e formação da nova legenda União Brasil

Basília Rodriguesda CNN

Em Brasília

Ouvir notícia

O presidente do PSL, partido em processo de fusão com DEM para a criação do União Brasil, Luciano Bivar, afirmou à CNN que não foi comunicado que o apresentador José Luiz Datena se desfiliará do partido e ingressará no PSD. A troca foi anunciada pelo presidente do PSD, Gilberto Kassab. “Não tenho conhecimento disso. Estamos cada vez mais unidos no União Brasil”, afirmou Bivar, em defesa de sua nova legenda.

A aliança do PSL com o DEM estabeleceu rearranjos políticos nos estados e provocou descontentamento entre os pré-candidatos de ambas as legendas. O próprio PSL havia filiado Datena em julho e o anunciado como opção às eleições presidenciais de 2022. O contexto mudou após a união com o DEM, e surgiram outros nomes para a corrida ao Planalto.

Integrantes do União Brasil, ouvidos pela CNN após o anúncio de que Datena deixaria o grupo, compararam o momento a um bombardeio, em que outros partidos estariam tentando conquistar nomes do partido.

Apesar da filiação de Datena ao PSD, ainda há dúvidas no meio político sobre se o apresentador estaria disposto a abrir mão de seus contratos publicitários e de TV para se arriscar em uma campanha eleitoral. O mesmo dilema foi vivido pelo apresentador Luciano Huck, que, apesar da proximidade com legendas e grupos políticos, decidiu não se candidatar.

Mais Recentes da CNN