Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    PSDB de São Paulo convida Ricardo Nunes para confraternização em meio a racha sobre candidatura municipal

    Diretoria municipal defende aliança com atual prefeito, enquanto a estadual quer nome do partido na cabeça da chapa; assessoria do prefeito afirmou que ele não poderá comparecer

    Ricardo Nunes, prefeito de São Paulo
    Ricardo Nunes, prefeito de São Paulo Wilson Dias/Agência Brasil

    Gabriela Pradoda CNN

    em São Paulo

    O PSDB da capital paulista marcou, para esta segunda-feira (10), uma confraternização pelo aniversário de fundação da legenda. A lista de convidados inclui o prefeito paulistano, Ricardo Nunes (MDB).

    A assessoria de Nunes afirmou que ele não vai ao evento. Entretanto, o convite é um aceno da diretoria municipal do partido, que antecipa a disputa dentro do PSDB sobre a eleição de 2024 .

    O presidente da legenda na capital, Fernando Alfredo, defende o apoio à reeleição de Ricardo Nunes no ano que vem. A posição diverge do presidente do PSDB no estado, Marco Vinholi, que apoia uma candidatura própria.

    No diretório municipal, Alfredo acredita que o PSDB não pode cometer o erro de apostar em uma candidatura própria sem ter um nome competitivo. Ele também afirma que a legenda vai pleitear a indicação de vice-prefeito, em uma possível chapa com Ricardo Nunes.

    “O entendimento é para encaminhar o prefeito Ricardo Nunes nas eleições. Quem defende o contrário não aponta candidato nem os rumos do partido. Hoje, o PSDB não tem um nome competitivo para candidatura própria, infelizmente”, comentou.

    Alfredo não descarta colocar o próprio nome para enfrentar as prévias do partido, mas com objetivo de manter o compromisso com Ricardo Nunes.

    Já Vinholi afirmou que tem uma boa relação com Nunes, mas acredita que o PSDB lançar candidato próprio mantém a coerência com a história do partido na capital.

    “A gente lançou candidatos em São Paulo desde a nossa fundação. A gente tem que se colocar como opção para a população. É uma eleição de dois turnos e você tem [no segundo turno], um campo político que pode passar a apoiar o outro”, comenta.

    Vinholi pontuou ainda que as discussões devem se estender ao longo de todo o ano e que não há nenhuma posição fechada.

    O Partido da Social Democracia Brasileira completa 35 anos de fundação em 2023.

    A confraternização da diretoria municipal, nesta segunda-feira (10), será em uma pizzaria na capital, às 19h. Segundo a direção municipal, além de Ricardo Nunes, os convidados são nomes históricos do partido, a bancada de vereadores, e também lideranças e parlamentares que têm trabalho na capital paulista.