Rosa Weber mantém quebra de sigilo de Carlos Wizard

CPI da Pandemia pediu as quebras dos sigilos telefônico e telemático do empresário

Da CNN

Ouvir notícia

 A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), manteve a quebra de sigilo telefônico e telemático do empresário Carlos Wizard, pedida pela CPI da Pandemia.

O empresário é apontado como integrante de um suposto “gabinete paralelo” que teria assessorado o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante a pandemia.

Wizard foi convocado para comparecer à CPI na quinta-feira (17), mas pediu para que o depoimento fosse coletado de forma virtual. O pedido foi negado pelo presidente da CPI, o senador Omar Aziz (PSD-AM), que pretende acionar a Justiça para garantir a realização da oitiva, com possibilidade de uma condução coercitiva.

O empresário informou que está nos Estados Unidos para acompanhar o tratamento médico de um familiar.

Também nesta quarta, a ministra Rosa Weber manteve a quebra de sigilo do assessor internacional da Presidência da República, Filipe Martins, pela Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia, do Senado Federal. A CPI quer saber qual foi a atuação do assessor na compra de imunizantes pelo governo federal.

Carlos Wizard
Carlos WIzard Martins, empresário: “É hora de criar um processo de conscientização”
Foto: Sforza Holding/Divulgação

(Publicado por: André Rigue)

Mais Recentes da CNN