“Só não será candidato à presidência se não quiser”, diz Kassab sobre Pacheco

Filiação de presidente do Senado ao PSD está marcada para quarta-feira (27)

Beatriz Puenteda CNN

no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, foi anunciado pelo presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, como o candidato do partido para a presidência da República em 2022.

O anúncio foi feito durante um evento da legenda no Rio de Janeiro neste sábado (23).

“Nós teremos a filiação de um chefe de governo, nós teremos a filiação do presidente do Senado Nacional. E ele só não será nosso candidato à presidência da República se não quiser”, afirmou o ex-prefeito da cidade de São Paulo.

A filiação de Pacheco ao PSD está marcada para a próxima quarta-feira (27) no Memorial JK, em Brasília. A mudança foi a convite de Kassab. O presidente do Senado anunciou que deixaria o DEM na última terça-feira (20).

“Mais do que se definir ou se travar o nome de uma candidatura nesse momento, o mais importante é que nós temos um consenso sobre a necessidade que o Brasil tem de pacificação, de organizar e planejar as ideias e as propostas para o país, de resolver os problemas nacionais”, afirmou o presidente do Senado no evento.

Presidente do PSD no Rio de Janeiro, o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), comentou a intenção de que Pacheco dispute a corrida eleitoral. “Para ele [Rodrigo Pacheco], pode ser pré-campanha; para mim, já é campanha”, pontuou Paes.

Mais Recentes da CNN