Versamune deve estar disponível no início de 2022, diz CEO da Farmacore à CNN

Helena Faccioli afirma que a fase de testes em humanos deve durar entre 9 e 12 meses

Produzido por Elis Franco, da CNN, em São Paulo
27 de março de 2021 às 19:18 | Atualizado 27 de março de 2021 às 19:27

 

Em entrevista à CNN, a CEO da Farmacore Biotecnologia, Helena Faccioli, explicou as etapas de testes da Versamune, vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela empresa em parceria com a PDS Biotechnology e a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP).

Segundo Faccioli, o medicamento deve estar disponível para aplicação na população apenas em 2022. "Provavelmente no começo do próximo ano", disse a CEO da Farmacore. 

"Nossa ideia é que, se o projeto não for interrompido, e correr tudo normalmente, desde o começo da fase 1 até a finalização na fase 3, será um intervalo em torno de 9 a 12 meses para podermos submeter os dados finais e solicitar o uso emergencial à Anvisa."  

De acordo com Faccioli, a primeira etapa do processo envolve os testes em um grupo menor de pessoas: "Vamos avaliar em 360 voluntários de diferentes idades, para ver se o imunizante vai gerar uma imunogenicidade, anticorpos, e se não terá efeitos colaterais adversos."

Já a última fase de testes terá um número maior de indivíduos e avaliará a eficácia da vacina. 

"Será um estudo multicentro, que vai envolver em torno de 20 mil pessoas, em que indentificaremos se é eficaz e vai proteger contra a infecção do vírus."

A CEO da Farmacore Biotecnologia, Helena Faccioli, explicou o cronograma de testes da Versamune (27.mar.2021)
Foto: Reprodução / CNN