China aprova uso emergencial da Coronavac em faixa etária de 3 a 17 anos

Ensaios clínicos apontam que aplicação em crianças e adolescentes é segura e eficaz, diz presidente da Sinovac, Yin Weidong

Frascos com a vacina CoronaVac
Frascos com a vacina CoronaVac Foto: Amanda Perobelli/Reuters (22.jan.2021)

da CNN Chile

Ouvir notícia

As autoridades chinesas aprovaram o uso emergencial da Coronavac, vacina contra a Covid-19 produzida pelo laboratório Sinovac, em crianças com idade acima de três anos a adolescentes de 17 anos.

O presidente da farmacêutica, Yin Weidong, indicou que após os ensaios clínicos foi identificado que a aplicação nessa faixa etária “é tão segura e eficiente quanto para adultos”, segundo a mídia chinesa Global Times.

Dado o avanço do processo de vacinação no Chile, o ministro da Saúde do país, Enrique Paris, afirmou que a decisão “nos causa uma impressão muito boa e nos deixa felizes, porque é a vacina que mais usamos Chile”.

Em relação à imunização de menores de 18 anos no país, o ministro destacou: “Não sei se a Sinovac apresentou dados ou não, mas é preciso lembrar que a Sinovac tem interesse em realizar um estudo clínico de fase III no Chile com a Universidade Católica para testar a vacina em crianças”.

O Instituto de Saúde Pública do Chile (ISP), informou que o laboratório não apresentou dados sobre o estudo de fase III.

O diretor do ISP, Heriberto García, explicou que “temos as análises na fase II já que foram publicadas em revistas científicas, portanto as revisamos, é muito promissor, mas temos que aguardar a apresentação ao ISP para que façamos a avaliação”, disse.

Este é um texto traduzido, para ler o original, em espanhol, clique aqui.

Mais Recentes da CNN