Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Cidade do Rio de Janeiro investiga 28 casos suspeitos da variante Ômicron

    Resultados do sequenciamento genético devem sair na próxima semana. Brasil tem 111 pacientes confirmados com a cepa e outros 73 em avaliação

    Brasil tem 111 casos confirmados da variante Ômicron, segundo levantamento da Agência CNN
    Brasil tem 111 casos confirmados da variante Ômicron, segundo levantamento da Agência CNN Josué Damacena/IOC/Fiocruz

    Pauline Almeidada CNN

    no Rio de Janeiro

    Ouvir notícia

    O Rio de Janeiro investiga 28 casos suspeitos da variante Ômicron do novo coronavírus. A informação foi divulgada pela prefeitura nesta sexta-feira (24). Por enquanto, a cidade tem apenas uma paciente infectada pela cepa identificada inicialmente na África do Sul.

    O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, informou que nenhum dos casos suspeitos têm relação com o caso importado confirmado, de uma brasileira de 27 anos, que é moradora dos Estados Unidos e chegou ao país no dia 13 de dezembro.

    Segundo Soranz, amostras de 28 pessoas passam por sequenciamento genético por conta de “viagens ou rumos de contato”. Os resultados dos testes devem sair na próxima semana.

    Já a paciente infectada pela variante Ômicron segue bem e teve apenas sintomas leves. A mulher havia tomado duas doses da vacina da Pfizer. As pessoas com quem ela teve contato não testaram positivo para a Covid-19.

    O Rio de Janeiro confirmou o primeiro caso da nova cepa do coronavírus no dia 20 de dezembro. Mesmo assim, foram mantidos os planos para a festa de Réveillon, com queima de fogos em dez pontos da cidade.

    A Secretaria Municipal de Saúde adotou como estratégia a intensificação da aplicação da dose de reforço, cuja procura cresceu mais de 60% nesta semana em relação à anterior, e também prometeu rigor na cobrança do passaporte da vacina.

    O Brasil tem 111 casos confirmados da variante Ômicron, segundo levantamento da Agência CNN. São 32 casos em Minas Gerais, 26 no Rio Grande do Sul, 25 em São Paulo, 17 no Distrito Federal, quatro em Goiás, três no Ceará, um no Rio de Janeiro, um em Santa Catarina, um no Espírito Santo e um em Tocantins.

    Outros 73 casos suspeitos estão sendo analisados – 56 em Santa Catarina, 16 em Minas Gerais e um no Paraná.

    Mais Recentes da CNN