Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Espanha retira a obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes abertos

    Parte da população permanece receosa do contágio e opta por continuar utilizando o equipamento de proteção

    Michael Goreda Reuters

    Ouvir notícia

    A Espanha retirou a exigência de usar máscaras faciais ao ar livre nesta quinta-feira (10), uma vez que as infecções por Covid-19 continuam a recuar das alturas recorde, mas alguns espanhóis, receosos do contágio, optaram por manter as coberturas faciais.

    “Com uma máscara me sinto protegida, especialmente quando há muita gente por perto”, disse Julia de Isidro, 50 anos, que trabalha na Biblioteca Nacional de Espanha.

    “Vou continuar usando, mas em espaços onde há poucas hipóteses de contrair alguma coisa, vou tirá-la”, disse ela à Reuters à porta da biblioteca na avenida Recoletos forrada de árvores em Madrid.

    Tal qual ela, muitos outros estavam usando máscaras descartáveis nas calçadas de Madrid, na quinta-feira de manhã.

    A taxa nacional de infecção, medida durante os 14 dias anteriores, diminuiu para metade em três semanas, caindo para 1.692 casos na quarta-feira. Antes o país enfrentou um pico de 3.397 casos por 100.000 em 17 de janeiro, o que levou as autoridades de todo o país a aliviar as restrições.

    As máscaras ainda são obrigatórias em espaços fechados e nos transportes públicos, mas quase todas as regiões retiraram a exigência de mostrar um passaporte sanitário para entrar em bares e discotecas.

    Paul Latham, um britânico de 42 anos que vive em Madrid há um ano, teve o prazer de finalmente poder sair de casa sem cobrir o rosto.

    “É ótimo, é bom poder viver livre novamente, suponho, e não estar constantemente pensando em usar uma máscara. Adoro isso.”

    Mais Recentes da CNN