Fernando de Noronha zera número de casos de Covid-19

Pela primeira vez, desde a abertura da ilha para o turismo, arquipélago não tem pessoas infectadas com o novo coronavírus

da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O arquipélago de Fernando de Noronha confirmou nesta sexta-feira (4) a cura clínica do último paciente em recuperação pela Covid-19. Essa é primeira vez que o distrito consegue zerar os casos de pessoas infectadas desde a abertura da ilha para o turismo. Anteriormente, os casos chegaram a zero em outras três ocasiões: maio, junho e agosto de 2020.

O protocolo em vigor para a entrada de turistas no arquipélago inclui uma série de medidas rígidas de combate à pandemia. O visitante deve apresentar resultado negativo do teste para a doença com dois dias de antecedência da viagem.

O pico da doença em 2021 aconteceu no dia 4 de fevereiro, quando havia 83 pessoas em quarentena, cinco delas internadas em hospitais de referência no Recife. Na última semana de maio, Noronha contava com apenas 4 pessoas infectadas.

Vista a partir do Forte Nossa Senhora dos Remédios, em Fernando de Noronha
Vista a partir do Forte Nossa Senhora dos Remédios, em Fernando de Noronha
Foto: Instagram/ Binabinapic/ Reprodução

 

As medidas restritivas em Noronha serão mantidas até o dia 13 de junho, de acordo com a definição do Governo de Pernambuco. Está proibido o funcionamento de todas as atividades não essenciais, das 22h às 5h, inclusive nos finais de semana. A proibição também se estende à realização de festas, shows, eventos sociais, corporativos ou institucionais, com ou sem comercialização de ingressos, em ambientes fechados ou abertos, públicos ou privados.

O arquipélago tem ao todo 679 registros da doença, sendo 597 no arquipélago e 82 casos importados. Desse total, 675 pessoas estão recuperadas e quatro óbitos foram confirmados.

Mais Recentes da CNN