Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mais de 500 profissionais de saúde estão afastados por coronavírus em SP

    Motivo é contaminação pelo novo coronavírus, segundo o médico Antônio Carlos P. Chagas, que é diretor Científico da Associação Médica Brasileira

    O médico cardiologista Antônio Carlos P. Chagas, que é diretor Científico da Associação Médica Brasileira (AMB), afirmou à CNN, nesta segunda-feira (6), que mais de 500 profissionais de saúde já foram afastados por contaminação pelo novo coronavírus somente na cidade de São Paulo.

    “Nos principais hospitais – tanto públicos quanto privados – nós ja temos mais de 500 profissionais de saúde afastados do trabalho por terem sido contaminados”, informa. “Não só médicos, mas enfermeiros, fisioterapeutas, auxiliares e todo o pessoal de suporte para o atendimento”, completa.

    Chagas ainda ressaltou a alta taxa de mortes desses profissionais na Itália. “Gostaria de lembrar que os profissionais médicos é que estão na linha de frente”, disse. “Para se ter uma ideia, a Itália, onde teve uma mortalidade extremamente acentuada, 10% foi referente a profissionais médicos. Nós temos registros de 66 profissionais médicos que morreram na Itália”, completou.